Postagens

O RESTO DE ONTEM

Imagem
Depois do almoço farto, onde todos saem satisfeitos, a pergunta que a maioria das donas de casa fazem é: “o que eu vou fazer com o resto?”. Isso porque em geral a porção da comida preparada é sempre maior do que a soma de todos os estômagos presentes. Uma maneira que encontraram para lidar com a sobra da comida é promover um outro encontro chamado criativamente de “enterro dos ossos”.

Uso essa ideia para falar que na vida sempre existe um resto que transborda para o dia seguinte. Resto emocional que as vezes vem de dias, semanas, meses e anos. Lidar com o resto de ontem das nossas emoções não é uma tarefa fácil. Como seria bom se pudéssemos fazer um “enterro dos ossos” dos nos nossos restos emocionais. Mas os restos emocionais não podem ser queimados, na verdade, quando não tratados devidamente eles queimam por dentro.

A vida é constituída de encontros e desencontros que sempre deixarão um resto. Encontros bons, positivos, deixam restos de alegria, satisfação e felicidade. Já os dese…

SUICIDIO DOS ANJOS

Imagem
As sete cartas escritas as sete igrejas da Ásia (Ap 2 e 3) começam da mesma forma: “ao anjo da igreja...”. A interpretação mais comum aqui é que elas são endereçadas a essas igrejas, a partir dos seus líderes que são os pastores. Mas que tipo de anjo é o pastor? Ele voa? Sente fome? Sente frio? Tem necessidades? A palavra “anjo” (angelus no latim e ángelos [ἄγγελος] no grego), não tem nada a ver com a figura do pastor, pelo menos no sentido pleno da palavra. A única semelhança é se considerarmos o pastor como aquele que é portador de uma mensagem da parte de Deus.

Sou pastor há trinta anos e nunca consegui voar, transmigrar, nem mesmo levitar. Também nunca consegui acertar todas e nem ficar um dia sem pecar. Pastor é gente, de carne e osso. Uns tem mais carne do que osso e outros mais osso do que carne. Tudo bem! Cada um é cada um. Mas infelizmente algumas pessoas, irmãos em Cristo, acham que o pastor é um anjo, no sentido pleno da palavra. Mas mais grave do que isso é quando o pasto…

5 SEGUNDOS DE PUNIÇÃO

Imagem
Creio que não existe um pai que já não tenha colocado o filho de castigo por alguns minutos, algumas horas ou até mesmo por alguns dias, dependendo, é claro, do que o filho tenha feito. Mas colocar o filho de castigo por 5 segundos aí seria demais, não é mesmo? Imagina um pai falando para o filho: “O que você fez foi muito feio. Então senta aí no sofá e fique de castigo por 5 segundos.”. Hilário! Nenhum pai faria isso. Ou faria?

Mas acredite! Um castigo de 5 segundos foi aplicado a um marmanjo. Estou me referindo a penalidade aplicada ao corredor tricampeão Lewis Hamilton no GP do Bahrain desse ano, porque quando ele precisou parar no box e diminuiu a marcha do carro mais do que deveria só para atrapalhar e prejudicar o outro corredor que vinha atrás. Que coisa feia! Pode isso Arnaldo, perguntaria o pitoresco Galvão Bueno se fosse uma infração num jogo de futebol.

Quando vi o noticiário esportivo falando sobre essa penalidade aplicada ao Lewis Hamilton, pensei: Uma penalidade de 5 seg…

PARE DE RECLAMAR DA VIDA

Imagem
Cada época comporta o seu mal estar. Não tem como evitar isso. No entanto, quem nunca se percebeu dando mais valor ao passado do que o presente, dizendo: “naquele tempo....”? Sempre temos essa tendência de valorizarmos o passado e depreciarmos o presente; o que é uma grande besteira porque ninguém pode viver no passado. Só se vive no presente.
Por vezes, indevidamente, alguns crentes pensam que os tempos bíblicos retratados no Velho e no Novo Testamento é que eram bons. Não sei se você pensa assim. Mas, só a título de comparação, permita-me fazer alguns recortes desses dois tempos bíblicos em relação ao nosso tempo hoje.
Viver no Velho Testamento era sentir na pele a dor de uma cirurgia sem assepsia, e o pior, a sangue frio. Estou falando circuncisão, ou seja, a operação da fimose. Tudo bem que ainda hoje os judeus fazem isso, mas com certeza eles não cortam o prepúcio do menino com uma lasca de pedra afiada e sem anestesia.
Entretanto, o sofrimento não era só dos homens. A…

QUEM EDUCA OS FILHOS SÃO OS PAIS

Imagem
Em um mundo de tantas ideologias controversas, espúrias, e por que não dizer malignas, existe uma que que está tentando tirar dos pais o direito inalienável de educarem os seus filhos. Na conta do politicamente correto, que de correto não tem nada, estão querendo atingir em cheio a mente das nossas crianças. Com que intenção? Com que finalidade? Quem viver verá! Ou não verá, se Deus quiser!

Tramita nos municípios e nos estados uma discussão sobre a inserção da ideologia de gênero no currículo das escolas. O que propõe essa ideologia? Propõe a desconstrução do conceito de família, composto por um homem e uma mulher, a partir do referencial masculino e feminino. Respeitando quem pensa diferente, a questão aqui é uma só: quem educa os filhos são os pais!

A escola até pode contribuir para a convivência entre os pensamentos diferentes e divergentes na sociedade, mas a transmissão dos valores espirituais e morais não podem ser vistos como atribuição da escola. A escola não pode educar noss…

O MAL DA VIDA

Imagem
Para início de conversa quero dizer que o mal da vida é a própria vida. E todo o movimento neurótico e doentio na vida reside no esforço hercúleo e insano de eliminar “o mal da vida”. Para aqueles que nutrem esse sentimento, promessa é o que não falta no mercado, tanto das indústrias farmacêuticas, com promessas de remédios que curam todos os males e eliminam todas as dores da vida, verdadeiros elixires da juventude; como, sejamos sinceros, as promessas das igrejas industrializadas, empresariais, mercantilistas que prometem o que nem o próprio Jesus Cristo prometeu: vida boa, abastada, sem qualquer vestígio de dor, sofrimento, angústia, medo, desesperança, e por aí vai.

A igreja só é lugar de vida quando ela não nega a vida com o mal estar que a vida comporta. Penso que precisamos urgentemente de uma “desinstitucionalização” da igreja, assim como aconteceu na reforma psiquiátrica com a “desinternação” dos pacientes com transtornos mentais. Precisamos libertar os crentes das prisões, …

A FÉ COMO SINTOMA!

Imagem
É possível frente a riqueza da fé bíblica vive-la como se fosse sintoma de uma neurose obsessiva compulsiva, como escreveu Freud em seu texto: “O Futuro de uma Ilusão”? Por que alguns homens da ciência desprezam a fé bíblica e alguns homens de fé desprezam a ciência?
Quando comecei o curso de mestrado em psicologia, com viés psicanalítico, a professora responsável pelo curso fez a seguinte colocação em um encontro de orientação: “Ailton, você não me disse que era pastor!”. A resposta foi imediata: “A senhora não perguntou.”. O silêncio tomou conta da sala onde somente eu e ela estávamos. Subentende-se que se eu tivesse dito que era pastor provavelmente não teria passado no processo seletivo. Mas tudo bem. O mestrado transcorreu bem e ela foi uma excelente orientadora.
É fato que temos muitos crentes sinceros dedicados ao estudo e a pesquisa, que conseguem articular muito bem as questões da fé com as questões relativas a ciência. Na verdade elas não são inimigas. São irmãs. A filos…